sexta-feira, 14 de abril de 2017

MACHO ALADO: "MINHAS ASAS NÃO TÊM ENVERGADURA PARA TE CARREGAR"

DESCERA EM CIMA DA LAJE DE UM DEPÓSITO PRÓXIMO AO CAMPO PARA ASSISTIR À PARTIDA. RECOLHERA AS ASAS E ESTAVA ENTRETIDO COM OS DRIBLES LÁ EMBAIXO QUE NEM NOTEI QUE UM CARA SUBIRA ALI. O SUSTO AO PERCEBER SUA PRESENÇA FEZ MINHAS ASAS SE ABRIREM INSTINTIVAMENTE.
- QUALÉ, MEU, COMO VOCÊ ME SURGE ASSIM... DO NADA? - PROTESTEI, FUZILANDO-O COM O OLHAR.
- ME DESCULPE! TE VI POUSANDO AQUI E NÃO RESISTI: ESSAS ASAS SÃO LINDAS DEMAIS, CARA! - ELE DISSE, AS PALAVRAS ALTANDO DE SUA BOCA NUM RITMO TÃO ALUCINANTE QUE ME FEZ RIR.
- CALMA, CARA! EU NÃO VOU LEVANTAR VOO SÓ PORQUE VOCÊ CHEGOU. RELAXA, OK? E OBRIGADO: TAMBÉM ACHO MINHAS ASAS LINDAS! - DISSE, TENTANDO ACALMÁ-LO.
- É QUE NUNCA ESTIVE TÃO PRÓXIMO DE UM MACHO ALADO ASSIM... - ELE MURMUROU, AINDA OFEGANTE PELO ESFORÇO DA SUBIDA.
- VOU ACREDITAR QUE SIM. TENHO UM AMIGO QUE DIZ QUE PARECEMOS HOMENS-POMBOS, ONDE HAVIA UM, SURGEM DEZENAS... - COMENTEI, PARA ALIMENTAR A CONVERSAÇÃO.
- EXAGERO DELE. NÃO VEJO TANTOS HOMENS VOANDO POR AÍ... - ELE CONTESTOU, ME ESTENDENDO A MÃO E SE APRESENTANDO.
- PRAZER EM CONHECÊ-LO, RUY. ME CHAMO, GABRIEL... SIM, SIM, COMO O ANJO! - DISSE, E RIMOS JUNTOS.
- GABRIEL VOCÊ PODERIA ME CARREGAR NUM VOO QUALQUER DIA DESSES? - SUGERIU ELE, ANSIOSO.
- CARA, EU NÃO PODERIA. MINHAS ASAS NÃO TÊM ENVERGADURA PARA TE CARREGAR. MAL SUPORTAM MEU PRÓPRIO PESO... - DESCONVERSEI, REVELANDO A VERDADE E VENDO O DESAPONTAMENTO ANUVIAR SEU ROSTO MARCADO PELA BARBA FARTA.

terça-feira, 11 de abril de 2017

BODE EXPIATÓRIO: MARCENEIRO CHIFRUDO COM PERNAS DE BODE

SABIA QUE O MARCENEIRO-CHEFE DA EQUIPE DO ERNANE ERA UM SÁTIRO MAS AINDA NÃO O TINHA VISTO QUANDO ELE SE APROXIMOU, COM SEU GINGADO PECULIAR, PARA ME ABRIR A PORTA DE VIDRO DO SINDICATO ONDE ESTAVAM A TRABALHAR.
BONITÃO E CHIFRUDO, TINHA UM TORSO MUSCULOSO ENORME APOIADO EM FINAS PATAS DE BODE. UM TAPA-SEXO RESGUARDAVA SEU PÊNIS EM MEIO AS COXAS HUMANAS QUE SÓ ASSUMIAM A APARÊNCIA CAPRINA ABAIXO DOS JOELHOS.
- ORA, ORA, FINALMENTE CONHEÇO O FAMOSO BODÃO! - FALEI, ESTENDENDO-LHE A MÃO, FORÇANDO-O A ESTIRAR AS PATAS DE BODE PARA FICAR QUASE DA MINHA ALTURA.
- PRAZER, DR. ROBERTO! - ELE DISSE, COM HUMILDADE.
- PODE RELAXAR, HOMEM DE DEUS! DEVE CANSAR ESTICAR TUAS PATAS ASSIM, NÃO? - LIBEREI-O DA 'CONTINÊNCIA', IMAGINANDO O ESFORÇO QUE ELE PRECISAVA FAZER PARA TAL.
- SIM. ESSA É MINHA ALTURA HABITUAL. BEM MAIS CONFORTÁVEL, COM AS PATAS FLEXIONADAS... - ELE EXPLICOU.
- ENTÃO O ERNANE TÁ COMENDO UM RABO COM RABO? - PROVOQUEI-O, JÁ QUE NÃO HAVIA MAIS NINGUÉM ALI NAQUELE MOMENTO: SEUS AJUDANTES HAVIAM IDO ALMOÇAR E TRARIAM O ALMOÇO DELE.
- ELE DEVE TER DITO AO SENHOR QUE AJUDA NA ENRABADA, NÃO? - REBATEU O FAUNO, ABRINDO OS BRAÇOS PARA REVELAR OS SOVACOS PELUDÍSSIMOS QUE ENCANTAVAM QUALQUER VIADO.
- MUITO, MEU CARO! E PODE DEIXAR ESSA COISA DE 'SENHOR' DE LADO, OK? SOMOS, AFINAIS, DOIS ANIMAIS: UM BODÃO E UM VIADÃO ADULTOS, OK? - DETERMINEI, DANDO UMA COÇADA GOSTOSA NO MEU PAU.
- VOCÊ QUE MANDA, GATO! - ELE DISSE, AINDA QUE TIMIDAMENTE.
- OPA! JÁ TÔ GOSTANDO DO AGRADO... - GRACEJEI, ERGUENDO UM DE SEUS BRAÇOS E CAINDO DE BOCA NAQUELE SOVACO...ENQUANTO ELE SOLTAVA O TAPA-SEXO AO PUXAR O FIO QUE O PRENDIA.

sexta-feira, 7 de abril de 2017

QUATRO PATAS: BANDO DE CENTAUROS BUSCAM E ACHAM SEXO CASUAL E ... ANIMAL

O POINT DE ENCONTRO CASUAL PARA HOMENS-CAVALOS SEDENTOS DE SEXO FICAVA ÀS MARGENS DE UM RIACHO, ESCONDIDO NUMA TRILHA QUE EXIGIA QUASE UMA HORA DE CAVALGADA. CHEGUEI, PORTANTO, COM O TORSO HUMANO E O DORSO EQUINO RELUZENTES DE SUOR.
HAVIAM TRÊS CENTAUROS JUNTO À ÁGUA ENQUANTO UM QUARTO ANIMAL USAVA ARCO E FLECHA PARA ABATER AVES LOGO ADIANTE. ELE E OUTROS DOIS CENTAUROS NÃO TINHAM AS ORELHAS PONTUDAS QUE EU COMPARTILHAVA COM O TERCEIRO MEMBRO DO GRUPO.
COMO O CAÇADOR PARECESSE DESINTERESSADO EM SEXO, FORMAMOS PARES E COMEÇAMOS A NOS RELACIONAR, DESTRAVANDO O TESÃO ANIMAL COM BEIJOS ARDENTES DE HOMENS SEDENTOS DO GOSTO DE OUTROS HOMENS.
LOGO A COISA ESQUENTOU E O REVEZAMENTO DAS MONTADAS TEVE INÍCIO. O SEXO ENTRE CAVALOS ERA MUITO BONITO: UM GARANHÃO COM AS PATAS DIANTEIRAS ERGUIDAS E POSICIONADAS POR CIMA DO DORSO EQUINO DO OUTRO, ENTERRANDO SEU CACETE NO CU DO ANIMAL MONTADO. ENQUANTO ISSO, OS TORSOS HUMANOS SE CONTORCIAM DE PRAZER COM AOS A ERIÇAREM OS PRÓPRIOS MAMILOS OU A COFIAR OS PELOS FARTOS DAS AXILAS. OU AINDA COM AS MÃOS A PERCORREM ÁVIDAS AS BARRIGAS PELUDAS SEM, CONTUDO, ALCANÇAR, ÓRGÃO SEXUAL ALGUM: APENAS A DENSIDADE MAIS DURA DOS PELOS DE CAVALO.