sexta-feira, 25 de novembro de 2016

SEXO: "EU SABIA QUE TEU CU ARREGAÇADO AGUENTARIA MEU PAU DE CAVALÃO"

- EU SABIA QUE ESSE TEU CU ARREGAÇADO AGUENTARIA MEU PAU DE CAVALÃO , GAROTO! - COMENTEI, AO SENTIR O MEU PÊNIS CAVALAR ENTRAR COM INESPERADA FACILIDADE NAQUELA ÂNUS JÁ SAMBADO POR INCONTÁVEIS ENRABADAS.
- TAMBÉM NÃO EXAGERA, NÉ SEU CAVALO! VAI VER QUE TU TENS UM PAU DE CAVALO PEQUENO... - FRESCOU O GAROTO, ME ATIÇANDO MAIS AINDA.
- TÃO NOVINHO E JÁ TÃO SACANA, HEIN? - DISSE, MANTENDO O RITMO DAS ESTOCADAS, O SUOR JÁ IMPREGNANDO O PELO DO MEU DORSO EQUINO.
- TÔ CURTINDO ESSE TEU CHEIRO FORTE DE CAVALO SUADO. ATÉ TUAS PATAS DIANTEIRAS ESTÃO SUADAS, MEU ... - MANIFESTOU-SE O ENRABADO, ME CHEIRANDO O PELO.
- PÔRRA, CANSA FICAR APOIADO SÓ NAS PATAS TRASEIRAS ENQUANTO DE ENRABO... - FALEI, OFEGANTE, MINHA PESADA CAUDA ACOMPANHANDO O RITMO DAS ESTOCADAS.
- QUEM MANDOU SER UM HOMEM-CAVALO? - PROVOCOU O RAPAZ, ENTRE URROS DE DOR E PRAZER.
ENTÃO ME AFASTEI DELE, VOLTANDO A ME APOIAR NAS QUATRO PATAS E O PUXANDO PARA JUNTO DE MIM. SEGUREI-O NOS BRAÇOS E ELE ENVOLVEU MEU TORSO HUMANO COM SUAS PERNAS CABELUDAS E ME CHUPOU OS MAMILOS. DEPOIS ERGUEU CADA UM DOS MEUS BRAÇOS E LAMBEU MINHAS AXILAS PELUDAS ENCHARCADAS DE SUOR. ENTÃO, ME BEIJOU ARDOROSAMENTE.
ÁGIL, ELE ME ESCALOU, ENROSCANDO SUAS PERNAS NA MINHA CABEÇA, ENQUANTO EU LHE SEGURAVA A BUNDA E CHUPAVA-LHE O PAU. QUASE TRÊS METROS ABAIXO, UM JATO DE PÔRRA DE CAVALO FOI EXPELIDO E MELOU O CHÃO...

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

BODE EXPIATÓRIO: "BODINHO, O BODÃO AQUI SOFREU COM CHULIPADAS NESSAS ORELHONAS!"

- BODINHO, MUITO MAIS QUE NOSSAS PATAS DE BODE, NOSSAS PICAS OU NOSSOS RABOS, O QUE VAI CHAMAR MAIS ATENÇÃO SÃO NOSSAS ORELHAS. E AS TUAS SÃO UMA BELEZA DE GRANDES E PONTIAGUDAS AO EXTREMO... - FALEI, TENTANDO TRANQUILIZAR O CALOURO SÁTIRO NA CONDIÇÃO DE BODE VELHO E PROFESSOR.
- IMAGINO QUE SIM, PROFESSOR ALBUQUERQUE! CHULIPADAS SÃO UMA CONSTANTE NA MINHA VIDA. A SORTE É QUE MINHAS ORELHAS, AO CONTRÁRIO DAS DO SENHOR, SÃO RÍGIDAS E RESISTEM MELHOR A ESSA PROVOCAÇÃO ESTÚPIDA... - CONTEMPORIZOU, COM RAZÃO, O BELO RAPAGÃO DE BARBA RALA, COÇANDO SEU SACO NU.
- SIM! VOCÊ TEM SORTE, CARA. O BODÃO AQUI SOFREU COM CHULIPADAS NESSA ORELHONAS! - ATESTEI, TAMBÉM DANDO UMA COÇADA NO MEU SACO E PUXANDO MEU PAU, JÁ PRENUNCIANDO UMA EREÇÃO INAPROPRIADA.
- VAI SER BOM TER UM PROFESSOR DA MINHA MESMA ESPÉCIE. HÁ OUTROS SÁTIROS NO COLÉGIO? - QUIS SABER O GAROTÃO, ENQUANTO SUBÍAMOS A RAMPA EM DIREÇÃO À SALA DE AULA SOB OS OLHARES DE TODOS.
- NÃO! E EU TAMBÉM FICO FELIZ EM TER OUTRO HOMEM-BODE COMO ALUNO. POR ANOS, TENHO SIDO O ÚNICO SÁTIRO POR AQUI. MAS IMPUS RESPEITO E O O FATO DE SER UM FAUNO E GAY FOI ACEITO COM NATURALIDADE. COMO VOCÊ PODE PERCEBER PELOS MUITOS RAPAZES BOTTOMLESSERS E CASAIS HOMOAFETIVOS ESPALHADOS PELO CAMPUS... - DISSE, OBSERVANDO SEU SORRISO CONTIDO QUANDO MENCIONEI MINHA HOMOSSEXUALIDADE.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

MUTANTE: "PUXAR O RABINHO DO TITIO NÃO VALE, PRINCESINHA!"

DETERMINADO A NÃO SER O CENTRO DAS ATENÇÕES NO ANIVERSÁRIO DA MINHA ÚNICA SOBRINHA, DECIDI PROPOR UM ALMOÇO DE CELEBRAÇÃO ANTECIPADO. A IDEIA ERA IR EMBORA ANTES DA CHEGADA DOS CONVIDADOS PARA A FESTINHA NO FINAL DA TARDE...
ÚNICO MUTANTE DA FAMÍLIA, DEPOIS DE DUAS GERAÇÕES QUE NÃO APRESENTARAM QUALQUER CARACTERÍSTICA SUÍNA, SOU A PERSONIFICAÇÃO DAS MINORIAS NUMA MESMA PESSOA. TAL QUAL MEU BISAVÔ, VIM AO MUNDO COM PATINHAS, RABO, ORELHAS E FOCINHO DE PORCO. UM HOMEM-SUÍNO. E QUE TAMBÉM É GAY!
MAS SOBREVIVI AOS HORRORES DA ADOLESCÊNCIA E EIS-ME AQUI, HOJE, A BRINCAR COM MINHA LINDA SOBRINHA. ELA ADORA DAR UMAS CHULIPADAS NAS ORELHAS GRANDES DO TITIO E DE IMPLICAR COM MEU FOCINHO DE PORCO. TAMBÉM CURTE ME PUXAR, QUANDO MENOS ESPERO, PELO MEU PAU - QUE MANTENHO DEPILADO. ALÉM, CLARO, DE FAZER ONDA COM MEU PEQUENO RABO.
- PUXAR O RABINHO DO TITIO NÃO VALE, PRINCESINHA!"

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

VIVÊNCIA: DA INADEQUAÇÃO ESPACIAL ENFRENTADA PELOS CENTAUROS

- DESSA VEZ NÃO VAI DAR PARA MIM FAZER D. ADRIANA... POR ABSOLUTA FALTA DE ESPAÇO PARA QUE EU POSSA TRABALHAR... - JUSTIFIQUEI A NEGATIVA, JÁ QUE A INADEQUAÇÃO ERA ÓBVIA.
- DROGA , MACHO VÉIO! QUEM MANDOU TU SER UM HOMEM-CAVALO? - REAGIU A DESBOCADA SÍNDICA, FINGINDO INDIGNAÇÃO E ME ESTAPEANDO O DORSO EQUINO.
- ÔXE! ABENÇOADAS MÃOS DE ESTIVADORA, HEIN? - GRACEJEI, FAZENDO HORA COM SUA SEXUALIDADE, ENQUANTO SAÍA DE RÉ DA EXÍGUA SALA DE SEGURANÇA DO CONDOMÍNIO.
- QUER QUE EU TE PUXE PELO RABO, JOSUÉ? - BRINCOU ELA.
- MELHOR NÃO, D. ADRIANA! O ANIMAL AQUI PODE ESTRANHAR E REAGIR COM UM COICE... - REBATI, ME CURVANDO PARA PASSAR SOB O VÃO DA PORTA.
- SE FOSSE OUTRO MACHO BARBADO A TE PUXAR O RABO, TAL COICE JAMAIS ACONTECERIA, HEIN? - PROVOCOU ELA, CIENTE QUE EU TAMBÉM CURTIA PARCEIROS DO PRÓPRIO SEXO.
- AH! MAS NESSE CASO A COISA MUDA DE FIGURA, ABENÇOADA! - FALEI, RINDO E BALANÇANDO MINHA PESADA CAUDA QUE QUASE TOCAVA O CHÃO.
- POR MUITO POUCO, TU NÃO VARIAS O HALL DE ENTRADA COM ESSE TEU RABÃO LINDO, JOSUÉ... - ELA CONTINUOU A PROVOCAR.
- POIS É! MAS VOU MANDAR TRANÇAR, TIPO CAVALO DE PÓLO... PARA VALORIZAR OS QUARTOS TRASEIROS, NÉ? - COMENTEI.
- QUE SEGUEM DISPONÍVEIS PARA ALUGUEL? - COMPLETOU ELE, RINDO.
- E O PAGAMENTO NEM PRECISA SER EM ESPÉCIE, MINHA LINDA... - REBATI, BEIJANDO-A NOS ROSTO ANTES DE TROTAR PARA LONGE DALI.