sábado, 28 de setembro de 2013

(EN) CANTO DE SEREIO: HOMEM-BÔTO COM HOMEM-TUCUNARÉ

A LENDA AMAZÔNICA É CONHECIDA: UM BÔTO COR-DE-ROSA QUE, EM NOITE DE LUA CHEIA, VIRA UM MACHO GALANTEADOR -PARA DELEITE DAS MOÇOILAS RIBEIRINHAS E TEMOR DE SEUS PAIS, MARIDOS E IRMÃOS. SOU UM HOMEM-BÔTO FULL-TIME E, EMBORA DOTADO DE UM CERTO CHARME E SENSO DE HUMOR, ESTOU LONGE DE SER UM IMÃ PARA O MULHERIO OU, MAIS PRECISAMENTE, PARA O MACHARAL. ME TORNEI, COM GRANDE DIFICULDADE E QUEBRANDO INÚMEROS TABUS, UM HOMEM DE NEGÓCIOS NA INDUSTRIA PESQUEIRA MANAUARA.
NO ÍNICIO, O PRECONCEITO COM MINHA CONDIÇÃO DE SEREIO DE ÁGUA DOCE ERA QUASE INTRANSPONÍVEL. MEU KNOW-HOW PARA LOCALIZAR CARDUMES, CONTUDO, ME ABRIU PORTAS -E FUI GALGANDO POSIÇÕES ATÉ PODER COMPRAR MINHA PRÓPRIA EMPRESA. ME LEMBRO DE TER PARTICIPADO DE REUNIÕES VESTINDO TERNO E ACOMODADO NUMA CADEIRA DE RODAS, COM UMA MANTA A COBRIR MINHA PORÇÃO CETÁCEA. COM OS PRIMEIROS CONTRATOS GARANTIDOS, DISPENSEI O DISFARÇE -EMBORA AINDA USE CADEIRA-DE-RODAS:NÃO FICA BEM CHEGAR NOS BRAÇOS DE UM FUNCIONÁRIO PARRUDO...APENAS NÃO ESCONDO MAIS MEU RABÃO DE PEIXE.
MONTEI O ESCRITÓRIO EM CASA, JUNTO A PISCINA ONDE PASSO A MAIOR PARTE DO TEMPO E QUE TEM LIGAÇÃO DIRETA COM UM IGARAPÉ PRÓXIMO. MEU BRAÇO DIREITO (ALIÁS, BRAÇOS SUPERMUSCULOSOS LINDOS...) É O OSÓRIO-UM PEIXÃO QUE FISGUEI COM MINHA LÁBIA. ELE É UM HOMEM-TUCUNARÉ, FELIZMENTE SEM NENHUM TRAÇO DA FEIÚRA DO PEIXE ORIGINAL. MALHADOR INVETERADO, MONTA, DIARIAMENTE, NA SUA CADEIRA-DE-RODAS MOTORIZADA, ACOMODANDO COM CERTA DIFICULDADE SUA PESADA CAUDA , E VAI ATROFIAR OS MÚSCULOS NA ACADEMIA. COISAS DA VIDA, A ACEITAÇÃO DE NOSSA RELAÇÃO HOMOSSEXUAL TEM SIDO MAIS COMPLEXA QUE A ACEITAÇÃO DE NOSSA CONDIÇÃO DE SEREIOS. "UM BÔTO COM TUCUNARÉ É COISA ESTRANHA DEMAIS, NÉ?", COMENTAM , À BOCA NÃO TÃO MIÚDA ASSIM, OS RIBEIRINHOS AO NOS VEREM NADANDO JUNTOS...

4 comentários:

  1. Caramba! Que homem-tucunaré é esse??? Preciso me inteirar mais da androfauna amazônica... rsrsrsrsrs

    Sua criatividade para contar tanto em histórias tão pequenas me espanta. Elas são fantásticas.

    Apenas, se me permite uma correção, "atrofiar os músculos" é fazê-los diminuir, murchar. Na academia hipertrofiamos os músculos, não é? rsrs

    Abração, meu caro!

    ResponderExcluir
  2. é verdade, Fábio! Preciso voltar a puxar ferro, meu... Esse conto amazônico me lembrou o filme "ele,o Bôto", com o Carlos Alberto Riccelli. O tapa-sexo que ele usava deixava a mostra a bela e avantajada bunda do belo ator. ..

    ResponderExcluir
  3. Opa, por que não faz um post especial sobre esse filme com o delicioso e lindo Carlos Alberto Riccelli?

    ResponderExcluir
  4. Boa ideia: vou postar sim. Me aguarde...

    ResponderExcluir